Estudo de demanda em unidades de Saúde da Família em cidade de porte médio do estado do Rio Grande do Sul, Brasil
PDF

Palavras-chave

Necessidades e Demandas de Serviços em Saúde
Atenção Primária em Saúde
Saúde da Família

Como Citar

Tomasi, E., Zibel, A., Garcez, V., Linhares, R., & Vitória, Ângela. (2021). Estudo de demanda em unidades de Saúde da Família em cidade de porte médio do estado do Rio Grande do Sul, Brasil. APS EM REVISTA, 3(1), 56-65. https://doi.org/10.14295/aps.v3i1.56

Resumo

Objetivo: Descrever o perfil da demanda de Unidades Básicas de Saúde (UBS). Métodos: Foram registrados todos os atendimentos em cinco unidades de saúde durante cinco semanas, incluindo sexo, idade e motivos de atendimentos. Resultados: Foram atendidas 7.754 pessoas, o que representou 310 por dia e estimativa anual de 80.639. Foram realizados 4.817 atendimentos médicos, com média diária de 193 e estimativa anual de 50.927. A maioria (68%) era constituída por mulheres e houve predomínio das faixas etárias de 50 a 69 anos (30%) e 18 a 29 anos (16%). Os tipos de atendimento médico mais frequentes foram: consulta clínica (53%), renovação de receita (22%) e pronto atendimento (4%). Conclusões: As UBS estudadas são similares às demais de município de porte médio, em termos de modelo de atenção e de cobertura populacional, o que torna os resultados com potencial de extrapolação para o município como um todo e para outros de porte similar.
https://doi.org/10.14295/aps.v3i1.56
PDF
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

Downloads

Não há dados estatísticos.