Telemonitoramento como estratégia de cuidado longitudinal a grupos prioritários em tempos da COVID-19: uma experiência na atenção primária à saúde do município de Vitória-ES
PDF

Palavras-chave

Infecções por Coronavírus
Pandemias
Continuidade de Assistência ao Paciente
Prioridades em Saúde
Atenção Primária à Saúde

Como Citar

Rodrigues, A., Felipe, C., Lima, D., Costa, L., Fernandes, P., Silva, R., Fernandes, R., & Lazarini, W. (2020). Telemonitoramento como estratégia de cuidado longitudinal a grupos prioritários em tempos da COVID-19: uma experiência na atenção primária à saúde do município de Vitória-ES. APS EM REVISTA, 2(2), 189-196. https://doi.org/10.14295/aps.v2i2.100

Resumo

Com a pandemia da COVID -19, a atenção primária em saúde sofreu alterações tanto físicas quanto logísticas em todo o mundo para adaptar-se a essa situação emergencial. Enquanto os esforços dos gestores do sistema de saúde se orientaram prioritariamente para a organização dos serviços para a recepção dos casos suspeitos da COVID-19, o presente artigo relata uma estratégia de telemonitoramento dos pacientes que necessitam de acesso aos cuidados programados. Organizados em grupos prioritários pela equipe, o trabalho é realizado pelos Agentes Comunitários de Saúde, com suporte do Núcleo de Apoio de Saúde da Família.  Adotada com o objetivo de garantir acesso ao cuidado, recursos e informações de saúde para a população de quase 12 mil habitantes atendidas por uma Unidade de Saúde do município de Vitória/ES, a iniciativa tem mostrado resultados satisfatórios.
https://doi.org/10.14295/aps.v2i2.100
PDF
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

Downloads

Não há dados estatísticos.